GRAVAÇÃO E EDIÇÃO DE
FOLEY

Foley* é a arte/ofício de criar e gravar eventos sonoros relativos a ações humanas em sincronia com o filme. Esse processo visa complementar os sons captados pelo técnico de som direto nas filmagens, ou mesmo, reconstruir em sua totalidade os sons presentes nas imagens (buscando um maior controle dos sons na mixagem).

 

O Foley é dividido em três camadas:

 

 

 

 

Cada uma destas três camadas são criadas pelo artista de foley (foley artist), profissional responsável também por mapear (spotting) os sons que serão gravados (ou regravados), assim como por escolher o timbre e materiais a serem explorados.

 

 

 

 

 

Depois do mapear (spotting), escolher os materiais/timbres e gravar as três camadas de foley, temos a etapa de edição. Neste momento, todos os sons gravados são organizados de modo que corroborem com uma melhor representação da narrativa proposta pelxs diretorxs e (ou) mixadorxs do filme.

Fonte bibliográfica: 

AMENT, V. T. The foley grail: the art of performing sound for film, games, and animation. Oxford: Elsevier, 2009.